Publication : Museus e Património Imaterial. Agentes, fronteiras, identidades

Le département du Patrimoine Immatériel de l’Institut des Musées et de la Conservation du Portugal va rendre public public un premier bilan du rôle des musées dans la protection et la valorisation du PCI, sous la forme d’une publication de conférences qui se sont tenues durant l’année 2008.
A lire la table des matières, et comme semblait le montrer déjà un de nos précédents billets, l’ethnologie portugaise semble avoir trouvé une nouvelle niche dans le PCI.

Museus e Património Imaterial. Agentes, fronteiras, identidades.
Publicação das Actas do Ciclo de Colóquios

No dia 10 de Dezembro terá lugar o lançamento das Actas do Ciclo de Colóquios Museus e Património Imaterial: agentes, fronteiras, identidades, realizado pelo Departamento de Património Imaterial do Instituto dos Museus e da Conservação entre Fevereiro e Novembro de 2008.

Amplamente ilustrado e com 400 páginas, o volume reúne os textos de 33 autores, nas áreas da Museologia, Antropologia, Direito e Património, Etnomusicologia, Economia Agrária e Sociologia Rural, que participaram naquele Ciclo (v. Índice em Anexo).

A publicação, bem como o projecto que lhe está na origem, é expressão da estratégia do IMC de valorização do papel que os Museus assumem no processo de salvaguarda do Património Cultural Imaterial, designadamente enquanto agentes por excelência na abordagem e documentação integrada do património material e imaterial.

Editada conjuntamente pelo Instituto dos Museus e da Conservação e pela Softlimits, S.A, a publicação resulta de parceria estabelecida entre ambas as entidades para actualização do Programa Matriz com vista ao inventário integrado do património material e imaterial, em particular no contexto da implementação do Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial (instituído pelo Decreto-Lei n.º 139/2009, de 15 de Junho), nos termos de projecto concebido e coordenado pelo Departamento de Património Imaterial do IMC.

Indice

Apresentação 9

Introdução 15

1. Máscaras Portuguesas: autenticidade e reinvenção

A Transição Rural e o Património 33
Fernando Oliveira Baptista

Máscaras e Mudança Social no Nordeste Trasmontano 43
Paula Godinho

Quando a Máscara Esconde uma Mulher 51
Miguel Vale de Almeida

Documentar o Intangível: a experiência das máscaras 61
Catarina Alves Costa

Máscaras, Performances e Turismo 69
Paulo Raposo

Percursos entre Festas 81
João Leal

Antepassados, Rituais e Máscaras: relações materiais e imateriais 91
Clara Saraiva

2. Inventário, Protecção, Representatividade

Artes do Efémero 101
José Carlos Alvarez

O Efémero, o Imaterial e a Moda 111
Madalena Braz Teixeira

Percursos do Património Imaterial nas Colecções do Museu da Música 117
Maria Helena Trindade

A Convenção da UNESCO: inventários e salvaguarda 125
Clara Bertrand Cabral

Aspectos Jurídicos do Património Cultural Imaterial 141
João Martins Claro

3. Memória, Identidade e Projecto

Um Museu para a Luz e para o Alqueva 155
Maria João Lança

Pesquisa e Recolha Etnográfica: o caso da Aldeia da Luz 167
Clara Saraiva

Imagens e Sons para o Museu da Luz 179
Catarina Mourão

Arquivos Sonoros e Audiovisuais no Século XXI 187
Salwa El-Shawan Castelo-Branco

Programa para a Salvaguarda do Património Imaterial do Alentejo: apresentação 197
Paulo Lima

Museu da Ruralidade (Entradas, Castro Verde): evocar o passado e construir a memória do futuro 203
Miguel Rego

Museus e Património Imaterial: práticas em museus da RPM 211
Cláudia Jorge Freire

4. Saberes e Técnicas: entre o registo e a transmissão

E se elas nunca tivessem existido? Reflexões sobre a importância das Colecções de Ensino e Investigação nas Universidades 225
Marta C. Lourenço

π < ACT: do Programa Interministerial de Tratamento e Divulgação do Património (π ) ao Arquivo Científico Tropical 235
Maria da Conceição Lopes Casanova

Técnicas Populares e sua Aprendizagem: o caso da Etnomatemática 247
Darlinda Moreira

O Museu Anima-se: vozes e rostos dos operários 255
Rogério Abreu e Laura Scheidecker Domingues

Herança de um Meio Técnico e Valorização de um Capital de Saber-Fazer: da pólvora à vitalidade do Património Industrial em Vale de Milhaços 265
Graça Filipe, Fátima Sabino e Fátima Veríssimo

5. Terrenos Portugueses: o que fazem os antropólogos?

Introdução: imaterialidade e imaginação – novos mapas das culturas como recurso e como poder 279
Maria Cardeira da Silva

O Património Imaterial e a Antropologia Portuguesa: uma perspectiva histórica 289
João Leal

Retrato do Antropólogo no Terreno, enquanto Patrimonializador Relutante 297
Jean-Yves Durand

Plantas, Direitos e Cultura: a Antropologia e a patrimonialização das concepções, conhecimentos e práticas relativos à natureza 305
Amélia Frazão-Moreira

Respeito e Salvaguarda: reflexões a partir de uma experiência no terreno da música rap de finais dos 90’s 321
Teresa Fradique

A (I)materialidade do Som: Antropologia e sonoridades 337
Filipe Reis

6. Museus Globais: colecções etnográficas e multiculturalidade

Sobre a Voz e o Lugar do Museu 355
Joaquim Pais de Brito

Stewardship, Community and Intangible Cultural Heritage in Canada 371
Andrea Laforet

Notas Biográficas 389

Source : http://www.imc-ip.pt/pt-PT/patrimonio_imaterial/dpi_noticias/ContentDetail.aspx?id=2169


Une réflexion au sujet de « Publication : Museus e Património Imaterial. Agentes, fronteiras, identidades »

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée. Les champs obligatoires sont indiqués avec *